Padre afastado pelo Bispo do Funchal por suspeita de abusos

Investigação do DIÁRIO culminou com a confirmação da Diocese.

01 Set 2018 / 13:13 H.

A Diocese do Funchal decidiu afastar da acção pastoral o padre madeirense Anastácio Alves, que há vários anos exercia funções em França mas que é suspeito de abuso sexual de um menor na Madeira. A medida cautelar decidida pelo bispo D. António Carrilho representa uma importante viragem na forma como a Igreja Católica madeirense aborda este tipo de situações, pois manifesta-se “em profunda comunhão com o Papa Francisco” e publicamente “repudia e condena a pedofilia e é solidária com as vítimas e com as suas famílias”.
A Diocese respondeu às questões que lhe foram endereçadas pelo DIÁRIO, que podem ser lidas na edição impressa de hoje.
Ao longo do dia vamos ter reacções a esta notícia.

Outras Notícias