O que acabou de me morder?

A Extermínio - Higiene e Controle, Lda aconselha a leitura deste guia para identificar as picadas de insectos

17 Jul 2019 / 09:00 H.

Como identificar picadas de insetos e as espécies que as originam?

Algumas espécies que picam, como por exemplo mosquitos e pulgas são mais ativas durante os meses mais quentes. Outros, como o percevejo das camas (bedbug), estão ativos durante todo o ano, mas constituem uma preocupação elevada com o aumento das viagens de verão.

Os insetos tais como mosquitos, pulgas e percevejos não mordem por autodefesa, mas sim para efeitos de alimentação.

Enquanto alguns insetos causam apenas irritação na pele, outros representam ameaças mais graves à saúde, como o vírus da Dengue e a doença da Malária.

Utilize este guia para identificar as picadas de insetos.

Mosquitos

Visão geral: Os mosquitos são uma das pragas de verão mais conhecidas por causa da sua natureza, existindo mais de 460 espécies do género Anopheles e que implica elevados constrangimentos em termos de saúde pública. A maioria destes insetos possui coloração castanha, cinzenta ou preta, detendo ainda pontos com cor distinta, entre azul, branco, prateado, verde, entre outras.

Habitat: Os mosquitos precisam de água para se reproduzir, logo poderemos encontrá-los frequentemente na proximidade de fontes de água.

Marca de Mordida: A atividade da picada tem por base afetar seres humanos, contudo pode afetar outros seres vivos, deixando manchas vermelhas e originando prurido na pele.

Ameaças: Algumas espécies são transmissoras de doenças graves e potencialmente fatais, como a Malária, Leishmaniose, Dengue, Zika, Chikungunya, Vírus do Nilo Ocidental, entre outras.

Conselho de prevenção: Elimine os criadouros de mosquitos na sua propriedade, removendo as águas estagnadas dos vasos de flores, ralos e outras fontes.

Facto Único: Apenas os mosquitos fêmeas picam e se alimentam dos humanos, detetando a emissão da temperatura corporal e o dióxido de carbono que exalamos.

Pulgas

Visão geral: Esta praga constitui um parasita, o qual alimenta-se do sangue de qualquer hospedeiro de sangue quente ou animal endotérmico. O tipo mais comum de pulga é a pulga do gato, que muitas vezes se alimenta de gatos, cães e humanos. A maioria das pulgas é de cor castanho-avermelhada e variam em tamanho de 2 a 4mm de comprimento.

Habitat: As pulgas circulam geralmente em animais domésticos e roedores.

Marca da mordida: Sabe-se que as pulgas picam o hospedeiro, o que geralmente resulta em dolorosas e avermelhadas protuberâncias, pelo que a sua saliva poderá originar dermatite alérgica grave em animais de estimação.

Ameaças: Foram implicadas na disseminação de doenças, desde a rara peste até o tifo murino.

Conselho de Prevenção: Proteja os animais de estimação, praticando a gestão ativa de pulgas, o que inclui dar-lhes banho e limpá-los regularmente, consultar um veterinário anualmente e recorrer a tratamento contra pulgas durante os meses quentes.

Facto Único: As pulgas podem saltar até 150 a 200 vezes a sua própria altura.

Percevejos das Camas

Visão geral: Os Percevejos das Camas obtiveram o seu nome pelo hábito de se esconder perto de camas, o que lhes permite alimentar-se de hospedeiros humanos enquanto dormem. O inseto adulto possui cerca de 5 a 7mm de comprimento e com coloração castanho-avermelhada.

Habitat: Eles surgem ocultos nas malas de viagem, bolsas, entre outros objetos pessoais, surgindo posteriormente nas áreas interiores das edificações, mais precisamente na proximidade de roupas de cama, colchões, sommier, estrados de camas, mas também se escondem atrás de rodapés, circuito elétrico, molduras, papel de parede, entre outros locais dos quartos.

Marca de mordida: Os percevejos são conhecidos por morder seres humanos, especialmente na parte superior do corpo humano, braços, costas e outras partes do corpo expostas durante o período de sono. Enquanto algumas pessoas podem desenvolver sintomas através da resposta do seu sistema imune, outras não mostram sinais visíveis.

Ameaças: Os percevejos não transmitem doenças, mas as pessoas podem desenvolver reações alérgicas à saliva do percevejo, que atua como agente anestesiante.

Conselho de prevenção: Nunca leve móveis de segunda mão para dentro da sua habitação, isto sem examiná-los minuciosamente em busca de sinais de percevejos, incluindo pequenas manchas castanho-avermelhadas. A abordagem anterior, também deverá ser uma prática corrente sempre que deslocar-se em viagem, inspecionando rigorosamente as suas malas antes de introduzi-las novamente na sua habitação.

Facto Único: Os Percevejos podem ingerir sete vezes o seu peso em sangue.

A Extermínio - Higiene e Controle, Lda – entidade certificada e especialista em controlo de pragas, sabe bem como encontrar a origem e causas das infestações das pragas, bem como solucionar e prevenir a recorrência.

www.exterminio.pt

Telefone: 291 930 500

Em prol da saúde pública desde 1990!