MPT pede contratação de jardineiros e cantoneiros para os quadros da Câmara do Funchal

18 Mar 2019 / 09:45 H.

O MPT entende que deve haver uma maior aposta da Câmara Municipal do Funchal (CMF) nos espaços ajardinados da cidade e pede, por isso, mais jardineiros e cantoneiros nos quadros da qutarquia.

Segundo Roberto Vieira, dirigente do MPT, “o departamento de ambiente da CMF tem 15 cantoneiros de uma empresa privada que recebem pelo trabalho ao metro quadrado”. Face a esta situação e à necessidade de manter limpa a cidade, alerta para a necessidade de “recrutar novos trabalhadores” e dar-lhes a oportunidade de poderem concorrer a uma vaga nos quatros da autarquia.

“Uma vez que os jardins são cartazes turísticos para quem nos visita, alertamos ainda para o facto de a nossa cidade estar a perder o estatuto de cidade florida e limpa” pela falta de investimento nesta área, uma vez que, segundo Roberto Vieira, “grande parte da frota dos carros do lixo estão avariados, sendo necessário recorrer a empresas privadas, através de ajuste directo”.

Outras Notícias