Miguel Albuquerque visita obras em curso no Porto Santo

A deslocação à Ilha Dourada está marcada para esta segunda-feira, 20 de Maio.

17 Mai 2019 / 17:42 H.

O presidente do Governo Regional visita o Porto Santo na próxima segunda-feira, dia 20 de Maio, para se inteirar essencialmente para se inteirar das várias obras em curso e assinar um protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros do Porto Santo.

Logo pela manhã, às 11h30, Miguel Albuquerque estará na abertura do Posto Florestal das Chapas, o Centro de Reprodução de Coelhos, para aproveitamento cinegético, num investimento que ronda os 171 mil euros, financiado em 85% pelo PRODERAM.

A criação de coelho-bravo permitirá repovoar áreas altamente afectadas pela mixomatose e doença hemorrágica viral, repondo um efectivo reprodutor mínimo que garanta a continuidade das colónias de coelhos.

O investimento é considerado “muito relevante”, uma vez que a caça é uma actividade importante para o Porto Santo, contribuindo para a dinamização e diversificação da economia local.

O parque ocupa uma área de 2.530 metros quadrados, sendo um terço da mesma destinada à criação e os restantes 2/3 destinados à alimentação e abrigo.

As áreas de armazenamento de alimento, de isolamento de animais doentes ou em quarentena, foram reabilitaras, assim como as instalações de apoio à captura, e as condições de trabalho dos funcionários.

Mais tarde, às 16h30, Albuquerque visita as obras de recuperação das Redes de Água do Porto Santo, no sítio da Camacha. A tendência crescente, nos últimos anos, dos níveis de perdas de água no Porto Santo levou à intervenção nas redes de abastecimento com vista à eficiência do sistema e à redução de perdas de água.

No global da empreitada, estão a ser substituídos 20 quilómetros de condutas de abastecimento (corresponde a 21% da rede) e beneficiados seis reservatórios de água na ilha do Porto Santo.

O investimento total é de 3,9 milhões de euros, cofinanciados pelo POSEUR.

Antes, pelas 16 horas, Miguel Albuquerque assina um protocolo protocolo financeiro com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Porto Santo, a decorrer nas instalações daquela instituição.

Recorde-se que o Governo Regional decidiu recentemente a atribuição de uma comparticipação financeira mensal, com início na data de assinatura do respectivo contrato programa, e termo em dezembro de 2019, com todas as associações de bombeiros voluntários da Região, num total de 2.580.000 euros.

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Porto Santo vai receber 182.181 euros.

Os apoios tiveram em conta as receitas próprias das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários da Região Autónoma da Madeira que se revelam claramente insuficientes para fazer face às despesas inerentes à sua actividade humanitária, de mérito e relevância socialmente reconhecida.

Outras Notícias