JPP não quer Mercado dos Lavradores transformado em centro comercial

18 Mar 2019 / 14:08 H.

O Juntos pelo Povo (JPP) teme que o Mercado dos Lavradores “seja transformado num centro comercial, com risco de perder a sua identidade”. Élvio Sousa sublinhou a importância de “preservar as tradições e o respeito pela memória colectiva” e manifestou a preocupação do JPP relativamente a uma possível “alteração arquitectónica e destruição deste bem cultural”.

Em causa está o projecto de remodelação do Mercado dos Lavradores que “ainda não é do conhecimento público quer dos cidadãos, quer dos próprios lojistas deste espaço”.

O deputado e secretário-geral do JPP lembra que este espaço é classificado como património regional e toda a política de alteração deve ser feita com efetivo diálogo entre as partes. “Uma situação que segundo nos foi transmitida pelos próprios comerciantes, não está a ser concretizada. Esta reabilitação devia ser devidamente pensada e discutida com os madeirenses”, acrescentou Élvio Sousa.

O tema tem gerado muitas queixas, que têm chegado ao deputado municipal do JPP, na Câmara Municipal do Funchal.

“Temos informação, através dos lojistas, que até agora não lhes foi apresentada qualquer proposta, mesmo nas reuniões que já se realizaram”, realçou Orlando Fernandes, acrescentando que “o JPP apoiará os lojistas e defenderá a preservação deste espaço, um ex-líbris turístico do Funchal, desenvolvendo todos os esforços nesse sentido, inclusive petições”.

Outras Notícias