Há cada vez menos pessoas a cortar de forma ilegal os pinheiros das serras

03 Dez 2019 / 17:18 H.

Há cada vez menos pessoas a cortar de forma ilegal os pinheiros das serras, disse hoje o presidente do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, Manuel Filipe, acrescentando que este é um sinal de que a mensagem está a passar.

Manuel Filipe adiantou que caso haja uma contra-ordenação a coima poderá ser de “algumas centenas de euros”.

No entanto, fez questão de destacar a campanha de sensibilização de boas práticas florestais e ambientais que está a decorrer e que envolve um total de 2.500 alunos de 31 instituições. Isto numa altura em que as pessoas utilizam muitos materiais provenientes da floresta.

Esta campanha, lançada todos os anos pelo Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, desenrola-se até ao dia 23 de Dezembro.

Outras Notícias