Governo incita empresas a apostarem mais na economia circular na Madeira

“As vossas empresas são o exemplo daquilo que pretendemos para a actividade económica da Região”, disse Susana Prada, na cerimónia do ‘Prémio Ambiental ZFI’

16 Jul 2019 / 12:58 H.

A secretária regional do Ambiente e dos Recursos Naturais deixou um desafio às empresas da Zona Franca Industrial (ZFI) da Madeira para que implementem uma economia circular e mais inteligente, num apelo à reciclagem de todos os desperdícios passíveis de serem reutilizados.

“Estejam atentos e implementem uma economia circular e cada vez mais inteligente”, declarou Susana Prada, que falava na manhã desta terça-feira, durante a cerimónia de entrega do ‘Prémio Ambiental ZFI’, promovido pela Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM), a duas empresas sediadas no parque industrial, localizado no Caniçal.

“Conto convosco, tenho a certeza que são empresas que têm sensibilidade para tal e agradeço todo o empenho e o trabalho que têm desenvolvido na salvaguarda do ambiente da Madeira”, declarou a governante. “As vossas empresas são o exemplo daquilo que pretendemos para a actividade económica da Região”, concretizou.

Susana Prada lembrou que a consciencialização para os valores ambientais “é um caminho que não se faz só, que exige o contributo de todos - empresas, escolas, e sítios, governo”, considerando que a Região está “no bom caminho para que, apontou, “aquela maldição do mar de plástico comece a ter uma solução”.

Lembrou que todos os resíduos que são produzido em terra acabam por ir parar ao mar se forem indevidamente separados. “Temos que ter sempre presente que devemos reutilizar em vez de deitar fora”, alertou, deixando o seguinte apelo: “Temos de reduzir a produção de resíduos”.

A secretária do Ambiente fez questão de sublinhar que o Governo Regional está empenhado em adoptar uma economia circular, promovendo uma “economia de baixo carbono que é a melhor maneira de se combater as alterações climáticas”.

Quanto aos resultados, considera-os positivos. “Hoje temos mais e melhores águas balneares, respiramos um ar de excelente qualidade, a água que bebemos cumpre os mais exigentes padrões de segurança e muito em breve teremos 50% da energia eléctrica produzida na Madeira a partir de fontes renováveis”, revelou Susana Prada.

A atribuição de prémios faz parte da política de responsabilidade ambiental da SDM. Filipe Teixeira, administrador da SDM, lembrou que foi sobretudo a partir de Março de 2008, quando a ZFI se tornou no primeiro parque industrial a obter o certificado ambiental ISO, que a SDM afirmou o empenho na redução e prevenção da poluição numa perspectiva de melhoria contínua, partilhando esses valores com as empresas.

As empresas premiadas com certificação ambiental foram a ‘Atlantic Island Electricity’ e ‘Intelsat’. Filipe Teixeira apontou ainda a CLCM – Companhia Logística de Combustíveis da Madeira, que têm tido planos ambientais anuais para melhorar o desempenho.

Tópicos

Outras Notícias