Funchal premiou trabalhos sobre Igualdade de Género

24 Out 2019 / 20:56 H.

A Câmara Municipal do Funchal acolheu, esta tarde, a cerimónia de entrega de prémios dos concursos de vídeo ‘Caminhando para a Igualdade’ e do ‘Prémio Municipal Maria Aurora’, no âmbito das comemorações do Dia Municipal da Igualdade, assinalado hoje, dia 24 de Outubro. Miguel Silva Gouveia fez questão de frisar a importância destes prémios na luta pela igualdade.

Georgina Abreu foi a galardoada do concurso ‘Caminhando para a Igualdade’, graças ao seu trabalho ‘Libertação’. O ‘Prémio Municipal Maria Aurora’ atribuiu o primeiro lugar ex-aequo a dois trabalhos nomeadamente ao ‘Dicionário (Incompleto) de Escritoras Madeirenses e de Textos de autoria Feminina’ da autoria de Laureano Macedo e ‘As Marcas da Violência Doméstica’ da co-autoria de Elsa Vidigal e Bruno Caetano.

Miguel Silva Gouveia enalteceu, na ocasião, que “estes prémios fazem cada vez mais sentido numa altura em que as desigualdades são cada vez mais um fator preponderante na sociedade e depois esta é sempre uma excelente oportunidade para lembrar e homenagear Maria Aurora, reconhecida por todos enquanto defensora dos direitos das mulheres”.

De referir que, o concurso ‘Caminhando para a Igualdade’, criado em 2015 pela Autarquia visa “fomentar, reconhecer e difundir a criatividade e gosto pela criação audiovisual da população, como forma de consciencializar sobre a temática da Igualdade de Género, atribuindo um galardão de 500 euros”.

Já o ‘Prémio Municipal Maria Aurora’, no valor de três mil euros, foi instituído em 2014 e visa galardoar anualmente o melhor trabalho no âmbito da temática da Igualdade de Género, podendo ser um projecto, estudo, investigação, reportagem, brochura ou livro, que promova um melhor conhecimento e aprofundamento do tema no concelho do Funchal.

Outras Notícias