Faz hoje 41 anos que Jardim tomou posse como presidente do Governo da Madeira pela primeira vez

17 Mar 2019 / 11:37 H.

“A Madeira será o que os madeirenses fizerem.” Esta foi a frase que marcou a primeira tomada de posse de Alberto João jardim, como presidente do Governo Regional da Madeira.

Aquele foi o segundo executivo autonómico, que sucedeu a um outro liderado por Ornelas Camacho e teve origem numa decisão da Comissão Política do PSD.

A frase de Jardim veio a tornar-se célebre e, ainda hoje, é recordada. Na altura, fez manchete na edição de 18 de Março do DIÁRIO de Notícias. Naquela data não havia Internet, nem edições online.

A posse foi no Palácio de São Lourenço, naquela vez e em muitas outras, pois a posse acontecia perante o Ministro / Representante da República, só mais recentemente perante a Assembleia Legislativa.

Outra das frases que marcaram a posse, também foi proferida por Jardim e veio na mesma linha da já citada: “Se o futuro depende com mais responsabilidade do Governo, depende também daquilo que cada um dos madeirenses quiser produzir e da medida em que quiser participar empenhadamente na vida política, sindical e cultural.

No mesmo dia, foram empossados, como secretários regionais do primeiro Governo de Jardim: José António Camacho - Planeamento e Finanças; Jaime Ornelas Camacho - Equipamento Social; Nélio Mendonça - Assuntos Sociais e Saúde; Carlos Lélis - Educação e Cultura; Jorge Gaudêncio - Agricultura e Pescas; João crisóstomo de Aguiar - Economia; e Bazenga Marques - Trabalho.

Tópicos

Outras Notícias