Bombeiros de S. Vicente e Porto Moniz afirmam que protocolos com Câmaras e Governo Regional são cumpridos

14 Mar 2019 / 19:33 H.

O comando dos Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz mostra-se surpreso com as declarações da vereação do PSD na Câmara Municipal do Porto Moniz em relação às verbas para a associação humanitária dos bombeiros. Artur Fernandes garante que os protocolos estabelecidos com as Câmara Municipais de São Vicente, do Porto Moniz e com o Governo Regional estão a ser cumpridos na íntegra e que o socorro no Porto Moniz não está em causa.

O comandante, em declarações ao DIÁRIO, estranha que a corporação não tenha sido contactada para perceber a forma de funcionamento, nomeadamente no que respeita à delegação do Porto Moniz. Assim, explica que esta conta com uma ambulância para socorro pré-hospitalar, bem como com dois operacionais em permanência. Caso seja necessário prestar socorro a alguma vítima, o veículo sai do quartel, que é encerrado até que a viatura e os operacionais regressem. “O socorro não fica comprometido pois, caso seja necessário, segue uma ambulância de São Vicente para o Porto Moniz”, esclarece Artur Fernandes. “Racionalizamos recursos humanos e meios para poder acorrer a qualquer situação”, garante.

“A Associação Humanitária e o comando tudo fazem para prestar um socorro de qualidade e em que sentimos orgulho”, conclui.

Outras Notícias