Marítimo goleia equipa sub-23 com golo do reintegrado Rodrigo Pinho

11 Jul 2019 / 19:56 H.

O Marítimo goleou hoje a equipa sub-23, por 5-1, com destaque para Rodrigo Pinho, que marcou o quinto golo no dia em que reintegrou os trabalhos da equipa da I Liga portuguesa de futebol.

O também avançado brasileiro Getterson, com um ‘bis’, aos 17 e 36 minutos, o reforço Erivaldo, aos 76, e o defesa moçambicano Zainadine, aos 88, fizeram os restantes golos da formação orientada por Nuno Manta, tendo Jake Gonçalves, aos 78, marcado para os sub-23.

Getterson inaugurou o marcador, aos 17 minutos, com um remate cruzado, após passe de Correa, que saiu da partida logo de seguida, com queixas físicas.

O segundo golo, também apontado por Getterson, surgiu aos 36 minutos, na sequência de uma grande penalidade, por toque na bola com o braço de Gonçalo Duarte.

Na segunda parte, com uma equipa totalmente diferente, surgiram os restantes quatro golos no último quarto de hora, o primeiro dos quais por Erivaldo, de cabeça, aos 76, após uma defesa incompleta do guarda-redes adversário ao remate de Leandro Cardoso.

Dois minutos depois, um erro defensivo de René Santos, que o guardião Pedro Mateus tentou corrigir, resultou no único golo dos sub-23, apontado por Jake Gonçalves.

O 4-1 aconteceu aos 88 minutos, através de um livre de Rúben Ferreira que encontrou Zainadine, que concluiu com um cabeceamento.

Em cima do minuto 90, o resultado foi fechado com uma jogada construída no flanco esquerdo por Marcelinho, que combinou com Leandro Cardoso antes de cruzar para Rodrigo Pinho finalizar, no golo mais aplaudido da tarde, pelos cerca de 100 adeptos presentes no Campo da Imaculada Conceição, no Funchal.

O avançado brasileiro não fazia parte dos planos do Marítimo para a nova época e tinha começado esta semana a treinar com a equipa B.

Nota ainda para o capitão Edgar Costa, que fez apenas corrida, e o guardião internacional iraniano Amir, que se limitou a treinar, os únicos jogadores que não participaram no jogo, tal como Nanu, ainda ausente após ter estado na Taça das Nações Africanas (CAN) de 2019, ao serviço da Guiné-Bissau.

O Marítimo treina na Madeira até domingo, dia em que segue para o Algarve, onde irá realizar um estágio, com seis encontros particulares, até 24 de julho.

Outras Notícias