Internacional japonês Daizen Maeda ajuda a internacionalizar a “marca Marítimo”

23 Jul 2019 / 14:23 H.

O avançado internacional japonês Daizen Maeda foi hoje apresentado como reforço do Marítimo, com o presidente Carlos Pereira a destacar o interesse de fazer crescer internacionalmente o nome do clube da I Liga portuguesa de futebol.

A contratação do jogador, de 21 anos, que esteve ao serviço do Japão na Copa América de 2019, faz com que o emblema madeirense siga a “meta da internacionalização”.

“É um mercado em que já tivemos, no qual nos demos bem e em que queremos continuar a fazer crescer a marca Marítimo. Fazermos a contratação de um internacional japonês vem fortalecer o nome do Marítimo fora da região”, salientou Carlos Pereira.

Daizen Maeda, proveniente do Matsumoto Yamaga, pelo qual fez 18 partidas e dois golos este ano, chegou por empréstimo, com opção de compra, que o Marítimo espera vir a exercer.

Carlos Pereira revelou que o negócio demorou um mês a ser concluído e que o avançado recebeu propostas com condições financeiras “melhores”, mas que o atleta, com os conselhos dos representantes, decidiu vir para Portugal.

“Em primeiro lugar, estava a formação e, em segundo lugar, o dinheiro e acho que, quando um profissional pensa dessa forma, tem tudo para vencer. Tenho a certeza que se vai adaptar bem, porque teve muito tempo para estudar e conhecer o Marítimo”, acrescentou.

Daizen Maeda falou em japonês, mas chegou a dizer em português que é um jogador “rápido”, e reconheceu as grandes diferenças culturais entre o país natal e a realidade lusa.

O campeonato português é estranho para o avançado, que, ainda assim, conhece Shoya Nakajima, reforço do FC Porto, com quem jogou pela seleção nipónica na Copa América.

“Ele tinha o sonho de vir para a Europa e o Marítimo é a porta de entrada para que se possa desenvolver aqui e seguir a carreira na Europa”, adiantou um dos representantes de Maeda.

Outras Notícias