Carlos Pereira diz que plantel do Marítimo será avaliado antes de possíveis mudanças

23 Jul 2019 / 14:29 H.

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, disse hoje que a o plantel de futebol vai ser avaliado pela equipa técnica após o estágio e o jogo de apresentação, antes de poder haver alterações.

A cerca de três semanas do início da I Liga e a pouco mais de um mês do encerramento do mercado de transferências, a frase que ficou vincada é de que “o futebol é o momento” e Carlos Pereira admitiu que não faria mais mexidas, esperando, contudo, pelo parecer do treinador Nuno Manta Santos.

“O plantel nunca está fechado. Vai sofrer uma avaliação após este estágio e após o jogo com o Las Palmas e a equipa técnica dirá. Na minha opinião, não haverá nem entradas nem saídas. No entanto, a equipa técnica é soberana na sua avaliação e, em reunião, decidiremos se poderá haver, ou não, saídas e entradas”, comentou, à margem da apresentação do avançado internacional japonês Daizen Maeda.

O dirigente revelou existirem “algumas sondagens”, mas garantiu que “não há propostas concretas”, estando satisfeito com o que tem visto da equipa até ao momento.

O Marítimo conta com seis reforços para a época 2019/20: o defesa Dejan Kerkez, os médios Franck Bambock e Jhon Cley e os avançados Marcelinho, Erivaldo e Daizen Maeda.

A equipa permanece no Algarve, em estágio, até quarta-feira, dia em que defronta os ingleses do Luton Town, às 10:30, em Albufeira.

O jogo de apresentação aos sócios, diante do Las Palmas, da II Liga espanhola, está marcado para sábado, pelas 20:00, nos Barreiros.

Outras Notícias