Protecção Civil confirma 28 mortos e 28 feridos no despiste de autocarro na Madeira

Vice-presidente do Governo Regional acredita que o destino turístico não será afectado

17 Abr 2019 / 21:21 H.

O presidente do Serviço Regional de Protecção Civil acaba de confirmar que o despiste de autocarro de turismo no Caniço provocou 28 mortos (11 homens e 17 mulheres) e 28 feridos.

No socorro às vítimas estiveram 44 operacionais apoiados por 19 viaturas.

José Dias, responsável pela Protecção Civil avançou, na conferência de imprensa na sede daquele organismo, que foi criada uma linha de apoio aos familiares das vítimas.

Há psicólogos a acompanhar familiares no hotel e no hospital.

Sobre a origem do acidente, o vice-presidente do Governo Regional considera que é prematura avançar com hipotéticos motivos.

Pedro Calado referiu, na conferência de imprensa de balanço ao acidente com o autocarro no Caniço, que acidentes acontecem em todo o mundo. O governante lamenta mas acredita que o destino Madeira não será afectado.

O autocarro que se despistou tinha 5 anos.