David Carreira é cabeça de cartaz no “réveillon” da Praia de Mira

19 Nov 2019 / 15:39 H.

O cantor David Carreira é o cabeça de cartaz do “réveillon” da Praia de Mira, evento considerado essencial pela Turismo do Centro para atingir a meta de sete milhões de visitantes em 2019, foi hoje anunciado.

“Faltam-nos 300 mil visitantes para passar a barreira de sete milhões de visitantes no Centro do país até ao final do ano e eventos como a passagem de ano da Praia de Mira são essenciais para atingir essa marca”, disse hoje o presidente da Turismo do Centro, Pedro Machado, durante a apresentação do evento.

A festa da passagem de ano na Praia de Mira, que em 2018 atraiu mais de 25 mil visitantes a este concelho do distrito de Coimbra, volta a ter o apoio da estação de rádio RFM, que cede ainda os locutores do grupo Friday Boyz para o encerramento.

“Estamos felizes com esta parceria que já dura há cinco anos e garanto que vai ser uma festa inesquecível”, refere Luís Salgueiro, representante do grupo Rádio Renascença.

Raul Almeida, presidente da Câmara de Mira, diz que a festa volta a ser “um eco-evento”, não só pela utilização de copos reutilizáveis, mas também pela parceria com a empresa de recolha e tratamento Ersuc, que vai limpar a praia nas horas seguintes ao “réveillon”.

“Vai ficar tudo limpo horas depois do fim de festa, de maneira a que os visitantes desfrutem da praia”, refere o autarca, lembrando que um dos momentos altos será o espetáculo de fogo-de-artifício no espelho de água da Barrinha, marcado para as 00:00.

O presidente da Junta de Freguesia da Praia, João Reigota, resume numa frase o espírito da edição deste ano: “O dia 01 de janeiro é para nós tão importante quanto o 31 de dezembro”.

Raul Almeida destaca ainda a importância que o evento tem para combater a sazonalidade na Praia de Mira, lembrando que as 500 camas de hotel disponíveis no concelho costumam esgotar nos dias que antecedem a passagem de ano, sendo necessário reservar mesa com antecedência nos restaurantes do concelho.

“Os visitantes ficam em média mais tempo na Praia de Mira do que na área da Turismo do Centro, uma situação de que nos orgulhamos muito, mas que traz novas responsabilidades”, refere Raul Almeida, referindo que “Mira irá contribuir para bater a marca dos sete milhões”.

Outras Notícias