Madeira

Há 19 anos, a falta de verbas ameaçava ‘encostar’ a frota da GNR-Madeira

None Ver Galeria

Os cortes orçamentais efectuados pelo Ministério da Administração Interna tiveram reflexos na Madeira

No dia 26 de Julho de 2000, uma quarta-feira, o DIÁRIO informava na sua machete que a GNR Madeira encontrava-se com falta dinheiro. A falta de verbas colocava em risco a operacionalidade da frota.

A frota automóvel da GNR, na época, corria o risco de parar, caso não se verificasse um reforço de verbas destinada à aquisição de combustível.

Segundo apurado, na altura, as verbas despendidas à GNR-Madeira fora menos de metade da que foi recebida no ano anterior.

Na base desta redução das verbas estava os cortes orçamentais efectuados pelo Governo da República ao nível nacional. Cortes estes que causaram algumas dificuldades às unidades da GNR do território continental.

Situação na Madeira não era tão dramática

Na Madeira, a situação não era tão dramática como ao nível nacional, no entanto, o DIÁRO, explicava que o corte orçamental sentido na Região causará uma serie de ‘dores de cabeça’ aos responsáveis da GNR-Madeira.