Seis mortos e 14 feridos em tiroteio em clube de luta de galos no México

05 Fev 2018 / 09:07 H.

Seis mortos, entre os quais um jovem de 15 anos, e 14 feridos foi o resultado de um tiroteio num clube onde decorria uma luta ilegal de galos no norte do México, revelaram hoje autoridades judiciais.

Segundo o procurador judicial do estado de Chihuahua, diversos homens mascarados invadiram o clube Santa Maria e abriram fogo contra os espectadores de uma luta ilegal de galos, actividade muito comum naquela zona e que movimenta muito dinheiro em apostas ilegais.

Quatro pessoas alvejadas, entre os quais um jovem de 15 anos, morreram no local. Duas morreram a caminho do hospital com ferimentos de balas. Entre os 14 feridos encontra-se uma criança de cinco anos, baleada numa perna.

Os autores dos disparos ainda não foram identificados.

Apesar de proibidas em muitos países, as lutas de galos são muito populares no México, alimentando um circuito que inclui criadores de animais, promotores de lutas (rinhas), arenas e clubes legais e clandestinos e um próspero negócio de apostas.

Frequentemente ocorrem incidentes com grupos rivais, como o de 2015, em cidade de Cuajinicuilapa, no estado de Guerrero, do qual resultaram 10 mortos e sete feridos. Entre as vítimas mortais contava-se um menino de dez anos.

  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()