Menos de 20% da população alvo tomou vacina contra febre-amarela no Brasil

Brasil /
16 Fev 2018 / 07:30 H.

O Ministério da Saúde do Brasil informou hoje que a vacinação contra a febre-amarela atingiu menos de 20% da população alvo desde o início de uma campanha nacional, há três semanas.

“Dados preliminares apontam que, até quinta-feira, 3,95 milhões de pessoas foram vacinadas, das quais 3,6 milhões com doses fracionadas e 356,8 mil com doses padrão. O número corresponde a 19,3% do público-alvo previsto no sudeste. A recomendação é que os Estados continuem a vacinar até atingirem alta cobertura”, informou o Ministério da Saúde brasileiro, em comunicado.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, acrescenta na mesma nota que “a vacina é a medida mais eficaz para combater a doença e evitar casos e mortes (...)”, já que “o vírus da febre amarela tem acometido pessoas que vivem em regiões próximas a matas e que nunca se vacinaram contra a febre amarela, ou seja, suscetíveis à doença”.

Segundo uma previsão do Ministério da Saúde brasileiro, devem ser vacinadas 20,5 milhões de pessoas na região sudeste do país, sendo 10,3 milhões em 54 municípios de São Paulo e 10 milhões em 15 municípios do Rio de Janeiro.

Devido à baixa procura da população para a vacinação contra a febre-amarela, o Estado do Rio de Janeiro prorrogou a campanha de vacinação.

Já o Estado de São Paulo decidirá se deve continuar a csua campanha de vacinação depois de um dia de mobilização que acontecerá no próximo sábado, quando muitas pessoas poderão ir aos centros de saúde para serem imunizadas.

Segundo último balanço oficial, desde 01 de julho do ano passado até 15 de fevereiro deste ano foram confirmados 407 casos de febre-amarela no Brasil, sendo 183 em São Paulo, 157 em Minas Gerais, 68 no Rio de Janeiro e um no Distrito Federal.

Foram registadas 118 mortes decorrentes da doença em todo o país no mesmo período, 44 em Minas Gerais, 46 em São Paulo, 27 no Rio de Janeiro e uma no Distrito Federal.

Outras Notícias