Dois detidos na sequência do ataque ao presidente da Câmara de Salónica

Yiannis Boutaris encontra-se hospitalizado na sequência do incidente

20 Mai 2018 / 23:36 H.

A polícia grega prendeu hoje dois suspeitos do ataque ao presidente da Câmara de Salónica, Yiannis Boutaris, que se encontra hospitalizado na sequência do incidente.

De acordo com a informação avançada pela polícia local, um dos detidos é um homem de 36 anos com antecedentes criminais por roubo e o outro um homem de 20 anos, que já confessou estar envolvido no ataque, alegando às autoridades estar “irritado” com as recentes declarações de Boutaris sobre as relações com a Turquia.

A polícia disse ainda que vai prosseguir com as investigações.

O presidente da Câmara de Salónica, a segunda cidade da Grécia, foi hospitalizado depois de ter sido agredido no sábado à noite por presumíveis simpatizantes da extrema-direita, anunciaram hoje responsáveis locais.

Yiannis Boutaris, 75 anos, teve de ser retirado do local sob proteção policial.

A presidente da assembleia municipal, Calypso Goula, disse que o presidente da câmara sofreu lesões na cabeça, costas e pernas.

O responsável participava numa cerimónia em memória do massacre de gregos na Turquia durante e após a I Guerra Mundial, quando, ao encaminhar-se para a saída, começou a ser agredido.

“Batiam-me por todo o lado, pontapés, murros, tudo”, disse Boutaris hoje à agência ANA.

O presidente da câmara disse ter sido alvo de uma “agressão desprezível”, mas assegurou que está “bem”.

Outras Notícias