Pedro Coelho vai à escola

14 Nov 2017 / 13:36 H.

O presidente da Câmara, Pedro Coelho, e a vice-presidente, Sónia Pereira, com o pelouro da educação, efectuaram ontem e hoje, visitas às escolas do primeiro ciclo do ensino básico do município de Câmara de Lobos, “para inteirar-se do funcionamento das mesmas e identificar, no terreno, as eventuais carências prioritárias em matéria de infra-estruturas e manutenção”, informa um comunicado da autarquia.

De acordo com a mesma fonte, “em resultado da visita e da auscultação das preocupações dos directores e da comunidade educativa, a edilidade inteirou-se de que o ano escolar está a decorrer com normalidade”.

Foram também a apresentadas algumas carências em matéria de infra-estruturas, que o presidente comprometeu-se a resolver, ao longo do corrente mandato, nomeadamente através do investimento na manutenção das escolas, bem como. São exemplos os estudos técnicos com vista à construção de coberturas nas escolas da Marinheira e do Covão, “dado que alunos daqueles estabelecimentos não dispõe de espaços cobertos ao ar livre para as actividades de tempo livre, em especial nos dias mais chuvosos”, clarifica a nota.

O presidente da Câmara revelou ainda que, “para o novo mandato autárquico 2017-2021, o executivo municipal irá manter a política de investimento na educação, prosseguindo com a atribuição do Prémio de Mérito Escolar ‘Joaquim Pestana’, a atribuição das bolsas de estudo, a realização do seminário da educação, o apoio à participação das escolas no projecto educativo Eco-escolas, entre outras acções e iniciativas que contribuam de forma efectiva para a melhoria da qualidade do ensino”.

Só no corrente ano, a autarquia de Câmara de Lobos já investiu cerca de 250 mil euros na área da educação.

O município de Câmara de Lobos, que detém uma das maiores comunidades educativas da região, totalizando cerca de 1700 do 1.º ciclo e pré-escolar, tem vindo a assumir a educação como uma área de grande relevância estratégica de desenvolvimento, sobretudo atendendo ao facto de o concelho ser aquele que tem a taxa de população mais jovem da Madeira.

Outras Notícias