Escola da Autoridade Marítima ministra técnicas de sobrevivência no mar (TSM)

17 Nov 2017 / 19:38 H.

Foram cinco dias de formação que esta sexta-feira fica concluída. A Escola da Autoridade Marítima (EAM), organizou, através do Núcleo de Formação Náutica (NFN), a 4ª’edicao do Curso de Aperfeiçoamento de Governo de Embarcações (CAGE), módulo de técnicas de sobrevivência no mar (TSM)

A formação visa habilitar os formandos com as competências e técnicas para a sobrevivência em ambiente adverso, tendo sido frequentada por três agentes da Polícia Marítima (PM), do Comando-local da Polícia Marítima (CLPM) do Funchal, seis elementos do corpo operacional do SANAS Madeira no âmbito do protocolo de cooperação estabelecido entre a Marinha/Autoridade Marítima e o SANAS Madeira e três operacionais do Serviço de Emergência Médica Regional (SEMER-EMIR).

O curso que decorreu nas instalações do Centro de Salvamento Costeiro em Santa Cruz, permitiu uma elevada interacção dos formandos com as temáticas da sobrevivência e da resposta à emergência no mar, incrementando as sinergias entre as diversas entidades.

A realização destas acções de formação das componentes operacionais de resposta a incidentes marítimos (Maritime Rescue Incident Groups), enquadram-se na implementação dos objectivos estratégicos de melhorar a preparação face à ocorrência de riscos (OE3), elencados pelas Resolução do Conselho de Ministros n.º 160/2017 de 21 de outubro de 2017, tendo até ao momento sido realizadas quatro edições do Curso de Aperfeiçoamento de Governo de Embarcações (CAGE), ministradas pela Escola da Autoridade Marítima (EAM), através do Núcleo de Formação Náutica (NFN).

Escola da Autoridade Marítima ministra técnicas de sobrevivência no mar (TSM)

No âmbito da articulação entro o SRPC IP-RAM e a Autoridade Marítima, os formandos ficam igualmente habilitados como operacionais de Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa, permitindo esta certificação um incremento das capacidades de resposta à emergência nas Ilhas Selvagens.

No final da formação os formandos contaram com a visita do Capitão do Porto do Funchal e Comandante Local da Policia Marítima do Funchal, CMG Paulo Silva Ribeiro, do Presidente do Conselho Directivo do SRPC, IP-RAM, CMD José Dias, do coordenador do Serviço de Emergência Médica Regional (SEMER-EMIR), Dr. António Brazão, todos acompanhados pelo comandante operacional do SANAS Madeira Dr. Emanuel Silva, tendo sido possível constatar o esforço e dedicação de formadores e formandos ao longo do curso.

No final do curso, todos os formandos foram considerados aptos, e reconheceram a elevada importância da componente de técnicas de sobrevivência no mar (TSM) na estratégia de mitigação de fragilidades e redução do risco.

Para a próxima semana está prevista a realização do curso de Governo de Embarcações até nove metros, que habilitará os formandos a operar com embarcações sob condições meteorológicas e estados de mar diversos, salvaguardando as questões de segurança e operando os sistemas de equipamentos de acordo com a natureza da operação que estiverem empenhados.