CDS defende medidas para combater a desertificação de alguns concelhos

08 Nov 2017 / 15:31 H.

O líder da bancada parlamentar do CDS, na Assembleia da República integrou, hoje, as visitas que o grupo parlamentar do CDS, no parlamento regional, realizou no concelho de Santana

“Este é um exemplo do respeito que o CDS tem pela autonomia, com a República a vir à Região Autónoma e não, como muitas vezes acontece, a ter de ser a região a ir à Assembleia da República discutir matérias orçamentais”, justificou Nuno Magalhães.

O deputado do CDS elogiou o trabalho de Teófilo Cunha, presidente da Câmara Municipal de Santana, eleito pelo CDS e testemunhou “a gratidão que o partido tem, ao nível nacional, pelo trabalho que tem feito”.

Em relação a Santana, tal como acontece com muitos concelhos no continente, o maior problema é a perda de população.

“Um dos desafios tem a ver com um tema discutido ao nível nacional que tem a ver com a desertificação e menor mobilização de recursos para essas áreas desertificadas que ficam expostas a perigos, como so incêndios deste verão. Fiquei muito impressionado com o facto de, nos últimos 50 anos, termos perdido 50% da população nesta zona”, afirmou Nuno Magalhães.

O deputado do CDS acredita que este problema sós e resolve com “incentivos fiscais e promoção da economia” nestes concelhos.

Lopes da Fonseca, líder regional do CDS, justificou estas visitas com a “necessidade de maior proximidade” com o poder local.

“O CDS procura, em vez de ficar nos bastidores e nos gabinetes, estar juntos das populações. “Estas visitas deste primeiro dia foram muito profícuas”, garante.

“Mais Poder Local”é o objectivo destas visitas que vão percorrer todas as juntas de freguesia do CDS-PP Madeira - São Jorge, Ilha e Santana, no concelho de Santana; Ponta do Pargo, Fajã da Ovelha e Paul do Mar, no concelho da Calheta. Encontros ainda com o presidente da Câmara Municipal de Santana, Teófilo Cunha, e com os vereadores Sara Madalena, Ponta do Sol, João Paulo Santos, Câmara de Lobos, Martinho Câmara, Calheta e Rafael Sousa, vice presidente da CM Ribeira Brava e Marco Martins, presidente da junta de Freguesia da Ribeira Brava.

Todos os deputados do CDS-PP Madeira na Assembleia Legislativa da Madeira integram os trabalhos.

Tópicos

Outras Notícias