Transferência de João Félix ultrapassa desportivos

Negócio milionário é notícia maior. Quedas nos hospitais, benefícios fiscais e aumentos das clínicas dnetárias em grande nos jornais

18 Jun 2019 / 10:06 H.

Cursos de top com mais vagas no público, escreve o Correio da Manhã, sobre a medida do Executivo que vai permitir que os cursos com valores mais altos possam abrir mais vagas. Falando de topo, em grande parte da imprensa está hoje a transferência de João Félix para o Atlético de Madrid. O jogador do Benfica vai ganhar 800 euros por hora, noticia o jornal de maior circulação nacional. O clube encaixou 120 milhões pela transferência, é a maior de sempre em Portugal.

No JN “Dentistas alarmados com abertura de 55 clínicas por mês”. Ordem teme pela qualidade dos cuidados e pela saúde dos doentes. Os recém-licenciados são pagos a 4 euros por hora e há branqueamentos e implantes a serem colocados por pessoal não certificado. A transferência de Félix também em grande no JN. O jovem de 19 anos vai receber 7 milhões por ano.

O Público dá espaço a outra notícia maior a nível nacional. O matutino afirma que Vítor Constâncio, então administrador do Banco de Portugal, esteve na reunião que “formalizou não oposição a Berardo”. Na foto principal a homenagem do país às vítimas dos incêndios de 2017.

“Trump 2020 começa hoje” dá destaque o DIÁRIO de Notícias, sobre a recandidatura do presidente dos Estados Unidos. A manchete é sobre as quedas, que são as principais causas dos acidentes com doentes nos hospitais.

“Neeleman acusado de querer comprar companhia brasileira sem gastar dinheiro” coloca em maior o i. Já em Portugal empresário comprou a TAP sem investir um cêntimo, acrescenta o jornal, referindo a notícia avançada pelo Sol no sábado. O jornal dá destaque aos deputados que estão de saída de São Bento e a uma entrevista com o bastonário da Ordem dos Médicos. “Todos os dias há serviços na iminência de fechar”.

Os benefícios fiscais, quanto custam e o que será feito com eles está também nos jornais de hoje em chamada menor em alguns e em destaque no Negócios. “Metade dos benefícios fiscais não têm custo conhecido”. Envelhecimento da população pressiona subida de salários e Lei de Bases da Saúde preste a morrer na Praia são outras notícias destacadas pelo jornal.

Nos desportivos, a transferência de Félix. “Campeão dos milhões”, escreve A Bola, referindo que é a 5.ª maior transferência do futebol mundial. O Record coloca em título “Adeus Félix, olá De Tomás”, mas diz que é a 4.ª maior e que vai ganhar 6 milhões por época. O Jogo prefere “Félix faz chover milhões”.

Outras Notícias