Morreu ‘ícone’ do BTT nacional que adorava a Madeira

Em 2015 realizou um pequeno documentário sobre os trilhos da Região juntamente com uma revista digital espanhola especializada em bicicletas

19 Jan 2019 / 17:09 H.

Faleceu um dos ícones do BTT a nível nacional. Vítima de um acidente de moto na serra da Lousã, na passada terça-feira, o ciclista profissional foi encontrado já sem vida por familiares, que estranharam a sua ausência após uma saída para um passeio.

Marco Fidalgo era um confesso apaixonado pela Madeira, ilha que visitava para ‘pedalar’ com alguma frequência, fazendo questão de partilhar muitos registos quando passava pela Região, nas suas redes sociais. Na última visita, em Dezembro, promoveu a ‘Pérola do Atlântico’ juntamente com a Visit Madeira. Natural de Porto do Mós (Leiria), Marco Fidalgo perdeu a vida a 15 dias de completar 39 anos.

Segundo uma nota deixada pela Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), Marco Fidalgo começou desde muito jovem a praticar XCO (cross-country), tendo-se apaixonado pela adrenalina do DHI (down hill), afirmando-se depois “como um dos mais carismáticos praticantes portugueses desta disciplina”. Já “nos últimos anos também deu cartas no enduro BTT”.

Outras Notícias