Jovem jornalista morta na Irlanda do Norte em “incidente terrorista”

19 Abr 2019 / 11:56 H.

Uma jornalista de 29 anos morreu na noite de quinta-feira na sequência de um tiroteio em Londonderry, na Irlanda do Norte, que está a ser investigado pela polícia como um “incidente terrorismo”.

Vários atos violentos marcaram a noite de quinta-feira em Creggan, na cidade de Derry, onde se registaram lançamentos de bombas de gasolina contra carros da polícia e um tiroteio que acabaria por ferir mortalmente uma jovem jornalista.

A polícia da Irlanda do Norte está a levar a cabo uma investigação em que aponta dissidentes republicanos como possíveis autores do crime.

“É provável que o Novo IRA esteja por detrás” desta morte, afirmou o inspetor da polícia da Irlanda do Norte, Mark Hamilton, acrescentando que a polícia está “a tratar do caso como um incidente terrorista”.

“Infelizmente, posso confirmar que depois dos tiroteios desta noite, em Creggan, morreu uma mulher de 29 anos”, disse o vice-chefe da polícia Mark Hamilton, citado num comunicado divulgado no Twitter.

Segundo Mark Hamilton, por volta das 23:00 de quinta-feira, um homem começou a disparar contra a polícia e Lyra McKee “ficou ferida, tendo sido retirada da zona num carro policial até ao hospital, mas, infelizmente, acabou por falecer”.