‘Apagão’ deixa meia Venezuela às escura

13 Nov 2019 / 08:34 H.

Pelo menos 11 das 24 regiões da Venezuela ficaram às escuras, total ou parcialmente, desde a tarde (noite em Lisboa) de terça-feira, devido a um ‘apagão’, ocorrido numa linha de abastecimento de energia elétrica.

O ‘apagão’ ocorreu depois de se registarem descidas e subidas significativas de voltagem, de curta duração.

Segundo a imprensa venezuelana as falhas elétricas afetam a Área Metropolitana de Caracas e os estados de Arágua, Carabobo, Cojedes, Falcón, La Guaira, Lara, Mérida, Nova Esparta, Portuguesa, Yaracuy, Táchira, Trujillo e Zúlia.

Em declarações aos jornalistas, o engenheiro elétrico José Aguilar explicou que ocorreu “uma falha na Linha 1 São Gerónimo - La Arenosa [sudeste do país] por violação dos limites de operação segura”.

As falhas de energia são cada vez mais frequentes na Venezuela e têm motivado protestos da população que se queixa também de danos em equipamentos elétricos. A situação afeta ainda os serviços de telefone, de telemóvel e de internet.

As grandes falhas elétricas, na Venezuela, começaram em 07 de março, data em que ocorreu o maior ‘apagão’ da história do país, que deixou a Venezuela totalmente às escuras. O ‘apagão’ durou entre cinco e sete dias, dependendo da região. Nesse mesmo mês ocorreram outros dois grandes ‘apagões’.