Sede histórica da ‘Banda Velha’ vai ser requalificada

Município de Câmara de Lobos apoia intervenção com 77 mil euros

13 Jun 2019 / 17:03 H.

A centenária Banda Municipal de Câmara de Lobos vai receber da autarquia um apoio financeiro na ordem dos 77 mil euros, de modo a garantir a realização de obras de requalificação e reabilitação da sede social desta coletividade filarmónica.

O contrato programa estabelecido recentemente entre a Câmara Municipal e ‘Banda Velha’ – a mais antiga filarmónica do concelho de Câmara de Lobos -, visa comparticipar o montante não elegível na candidatura apresentada pela banda ao programa PRODERAM 2020. O valor do apoio camarário, cifrado em 77 mil euros, corresponde ao montante remanescente (cerca de 40% do investimento global) do valor elegível da candidatura.

Fundada a 18 de Novembro de 1872, a Banda Municipal de Câmara de Lobos é a mais antiga colectividade cultural do concelho e perfila-se como uma das mais antigas filarmónicas da Região. Desde há 147 anos, a ‘Banda Velha’, como é popularmente conhecida, desenvolve uma relevante actividade cultural, formativa e recreativa, junto da comunidade câmara-lobense.

Devido à antiguidade das instalações que durante várias décadas foi sede da Banda Municipal, localizada na Rua Maestro João Nóbrega Noronha, o edifício não reúne, actualmente, as condições de conservação adequadas à dinamização das actividades daquela entidade. Atendendo ao estado de conservação do edifício e às suas condicionantes estruturais, a sede da Banda Velha encontra-se actualmente desactiva, tendo a colectividade transferido, provisoriamente, da actividade o antigo edifício da EB1/PE do Pedregal, de modo a continuar a dinamizar as actividades de ensaio e de sede provisória.

Com a recente candidatura realizada pela Banda Municipal ao programa PRODERAM, a qual foi aprovada no passado mês de Novembro, estão agora reunidas as condições para serem executadas as necessárias obras de remodelação do edifício.

Os trabalhos de construção civil já foram iniciados, prevendo-se que a Banda Municipal possa regressar à ‘casa mãe’ no próximo ano, já devidamente requalificada e melhorada para a dinamização das actividades.

Refira-se que o edifício sede da ‘Banda Velha’ é uma antiga quinta, localizada no Pico da Torre, com valor histórico e patrimonial, na qual existe uma capela/oratório, com pinturas de grande valor cultural, nomeadamente a pintura ‘Mater Dolorosa’, de Nicolau Ferreira, datada de 1781.