Pesca descarregada já rendeu quase 20 milhões de euros

Atum e similares (+44,6%) é o grande responsável pelo aumento de vendas (+75,3%)

18 Nov 2019 / 15:00 H.

No domínio da pesca, os dados fornecidos pela Direção Regional de Pescas (DRP), mostram que entre Janeiro e Setembro deste ano, a descarga de pescado ascendeu às 7 274,3 toneladas, gerando receitas de primeira venda de 19,8 milhões de euros. Isto representou aumentos homólogos de 29,1% na quantidade (5,6 mil toneladas em 2018) e de 34,2% nas receitas (14,8 milhões de euros há um ano), impulsionados pelo crescimento acentuado nas capturas do atum e similares (+44,6% nas quantidades e +75,3% no valor).

O peixe-espada preto descarregado aumentou face ao mesmo período do ano passado (+3,7%), mas o valor de primeira venda deste pescado diminuiu (-6,3%).

O preço médio de pescado apurado na primeira venda para o período em referência (excluindo-se nestes cálculos o pescado descarregado destinado a autoconsumo) foi de 2,74€ (2,64€ no mesmo período de 2018), com o preço médio para o atum e similares a atingir os 2,55€ (2,10€ no período homólogo) e para o peixe espada-preto os 3,42€ (3,78€ nos primeiros nove meses do ano precedente).

Os dados foram divulgados hoje pela Direcção Regional de Estatística