Pedro Calado apela à união de todos na defesa do Centro Internacional de Negócios da Madeira

16 Abr 2019 / 12:36 H.

O vice-presidente do Governo Regional salientou hoje a importância do trabalho desenvolvido ao longo dos anos pela Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM) em prol da região, do desenvolvimento regional e da Zona Franca.

Pedro Calado destacou a “persistência e a resiliência de todos os membros envolvidos na defesa do projecto da Zona Franca”, salientando que a região soube ter a “visão estratégica” para desenvolver todo o trabalho que tem sido feito em prol da Região.

Diz não entender os “ataques externos” às cerca de três mil empresas sediadas na praça financeira que têm mais de 5 mil trabalhadores, incluindo os trabalhadores ligados ao registo Internacional de Navios, dependentes do que está a ser feito na Madeira.

“15% das nossas receitas fiscais dependem do desenvolvimento feito no Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM). São verbas superiores a 115 milhões de euros por ano e não consigo compreender como se coloca em causa a capacidade técnica e económica desenvolvida na Zona Franca”, frisou Pedro Calado, apelando à união de todos, familiares, trabalhadores empresários e governo regional, na defesa do CINM.

Depositou total confiança na visão estratégica do novo presidente do Conselho de administração da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira, Paulo Prada, sem esquecer o contributo dado por Francisco da Costa nos últimos anos.

Pedro Calado falava na cerimónia de atribuição dos prémios escolares aos filhos dos colaboradores da SDM e aos melhores alunos do concelho de Machico que vão já na 14.ª edição.

Paulo Prada frisou a responsabilidade social da SDM numa altura em que as empresas têm de interagir na comunidade onde se inserem.

Os prémios escolares são disso um bom exemplo e premeiam a performance e o bom aproveitamento escolar. Prada salientou a importância de ser bom aluno e de ter um bom desempenho académico, ferramentas que vão permitir uma estabilidade económica para o futuro.

Os prémios escolares da Zona Franca contaram ainda com a presença do Secretário Regional da Educação que destacou a importância de valorizar o mérito e os que se diferenciaram fruto do seu empenho e dedicação.

“É através do mérito que poderão diferenciar-se no mundo do trabalho, poderão ser muito mais competitivos e poderão ter mais opções para o futuro”, salientou Jorge Carvalho.

Outras Notícias