Operação de ‘turnaround’ no Porto do Funchal foi cancelada

05 Dez 2019 / 08:24 H.

O operador TUI e o Comandante do “Mein Schiff Herz” cancelaram ontem, a operação de turnaround no Porto do Funchal e anteciparam a partida do navio, devido às condições meteorológicas que estão a condicionar o Aeroporto da Madeira.

Segundo a APRAM, a funcionalidade aeroportuária “é fundamental para a eficácia de um turnaround total que implica o desembarque de todos os passageiros no porto, regressando de avião a casa ou ao contrário, chegando de avião e embarcando no cruzeiro”.

Na página de Facebook dos Portos da Madeira é referido que o desfecho estava nos planos. “Era um possível constrangimento do conhecimento de todos os parceiros, envolvidos nesta operação, mas ainda assim, investiu-se neste desafio, dado o interesse estratégico, quer para a TUI, quer para a Região Autónoma da Madeira”, refere a entidade que gere os Portos.

Mais adianta que o Porto do Funchal tinha tudo preparado e devidamente testado durante meses, com as equipas da TUI e do “Mein Schiff Herz” para este turnaround médio, com movimentos de passageiros entre 1000 a 1500 pessoas, por embarque ou por desembarque. Tratava-se de “um novo desafio para a APRAM que até agora fez turnarounds até 500 passageiros”, refere.

O “Mein Schiff Herz” zarpou pelas 22 horas, tendo como destino as ilhas Canárias.