Há 20 anos, Mota Torres enfrentava mais uma ‘guerra’ interna no PS

14 Nov 2019 / 15:00 H.

A edição de 14 de Novembro de 1999 tinha, em destaque, uma entrevista a Mota Torres. O líder do PS-Madeira comentava as divergências internas, que já tinham levado à demissão de André Escórcio e garantia que a contestação vinha “dos mesmos de sempre”.

O PS-M passava por mais um episódio de divisão, com forte contestação ao líder que se tinha visto envolvido numa polémica em torno de viagens dos deputados da Assembleia da República.

A um ano das eleições regionais, Mota Torres assumia que o objectivo mínimo dos socialistas era retirar a maioria absoluta ao PSD. Umameta que só seria atingida, 20 anos depois, nas eleições de Setembro passado.

Tópicos

Outras Notícias