Eurodeputada socialista madeirense Sara Cerdas nas delegações Euro-Latino-Americana e África do Sul

Europa /
18 Jul 2019 / 09:57 H.

Procedeu-se hoje em Estrasburgo à votação para a composição numérica das delegações interparlamentares e a distribuição dos lugares pelos deputados ao Parlamento Europeu.

À eurodeputada Sara Cerdas foram atribuídos o lugar como membro efectivo na Delegação à Assembleia Parlamentar Euro-Latino-Americana (EUROLAT) e na Delegação para as relações com a Africa do Sul, e como membro suplente na Delegação para as Relações com os Países da América Central.

Sara Cerdas demonstrou-se bastante satisfeita com os lugares que lhe foram atribuídos em ambas as comissões de trabalho, afirmando que “são duas delegações estratégicas”.

“Temos muitos madeirenses, muitos luso-descendentes, a residir em África do Sul e em países que constituem o EUROLAT, por exemplo na Venezuela, e importa que os nossos cidadãos tenham uma voz activa que os represente e lute pelos seus interesses no Parlamento Europeu. É essencial construir pontes, criar relações consolidadas e intervir directamente nos problemas que afectam diariamente os nossos emigrantes, e o Parlamento Europeu dispõem de mecanismos que podem ajudar-nos a ultrapassar alguns desses problemas”.

A eurodeputada socialista madeirense afirmou que “ainda há muito para fazer, e muito que pode ser feito, e o primeiro passo é reunir com entidades publicas, ONG e outros actores da sociedade civil que trabalhem com estes países, de modo a definirmos o nosso campo de actuação”.

De lembrar que as delegações do Parlamento Europeu são grupos oficiais de deputados ao Parlamento Europeu que desenvolvem relações com os parlamentos de países, regiões ou organizações não pertencentes à UE.

Outras Notícias