Eleições na Secção da Madeira da Associação Nacional de Professores

07 Mar 2018 / 14:57 H.

A Associação Nacional de Professores (ANP) - Secção da Madeira, organização representativa de docentes de todos os graus de ensino, de cariz não sindical, vai realizar no próximo dia 9 de Março, próxima sexta-feira, eleições para o triénio 2018-2021. O acto eleitoral que tem apenas só uma lista candidata, liderada pelo actual presidente da secção, Professor Luis Alves, vai decorrer nas instalações da ANP – Madeira, no Funchal, entre as 14 e as 20 horas.

Luis Alves entende que as incertezas se devem a uma conjuntura devidamente identificada como a aposentação, o descongelamento da carreira docente (recuperação do tempo de serviço), dignificação e valorização do docente, no entanto, “importa acrescentar que, para a ANP ou seja para todos nós, não nos limitamos à essência do descrito, mas, também de outras grandes linhas de acção de desenvolvimento que consideramos relevantes e exequíveis para o triénio próximo, nesse sentido apresentamos uma equipa com provas dadas na educação regional e nacional”, refere.

.

Para este mandato, a lista candidata pretende desenvolver um trabalho que responda às necessidades em prol da educação da RAM para que nos próximos três anos haja mais visibilidade ao trabalho da classe docente da região e por sua vez contribuir para uma melhoria do desempenho docente nas suas escolas. Razões que levam à apresentação, para este novo triénio, “da continuidade das estratégias de actuação que têm vindo a realizar ao longo destes anos, vivenciadas com sucesso até ao momento actual e de mudança no que concerne a uma melhoria de práticas para um maior sucesso, sustentabilidade e reafirmação da Associação Nacional de Professores no plano regional e em cooperação com a Direcção Nacional no plano nacional”.

Luis Alves, refere ainda que, desde a sua implementação em 2010, a ANP Madeira tem vindo a crescer no panorama regional e é provavelmente a associação de professores com maior representatividade em número de associados na Região, o que demonstra a confiança que é dada pela classe docente à nossa associação. “Neste sentido recandidatamo-nos porque consideramos que a nossa equipa reúne as condições de reconhecimento, visão e experiência regional e nacional, em propostas/contributos e desenvolvimento de directrizes e políticas educativas e assim, move-nos uma enorme motivação para continuarmos a fazer da ANP Madeira, a Associação que represente cada vez mais a grandeza de uma profissão e da necessidade do seu reconhecimento com o objectivo de fazer mais e melhor ao serviço da classe, da educação e da sociedade. A vontade de continuarmos um trabalho para o qual tivemos a confiança dos nossos associados, no mandato que agora expira, é grande para levarmos mais longe a ANP Madeira no próximo triénio”, diz Luís Alves.

Outras Notícias