“De vez em quando a oposição não tem óculos, o que ainda é pior, não os usa, deliberadamente”

Declarações de Miguel Albuquerque, à margem da comemoração dos 35 anos ‘Alberto Oculista’, que decorre no Teatro Municipal Baltazar Dias. Veja o vídeo do ‘directo’ feito para a página Facebook do DIÁRIO

14 Mai 2019 / 19:46 H.

“De vez em quando a oposição não tem óculos, o que ainda é pior, não os usa, deliberadamente”. A afirmação, cáustica, é de Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional da Madeira, feita à margem da cerimónia de celebração dos 35 anos da empresa Alberto Oculista, que decorre esta terça-feira, no Teatro Municipal Baltazar Dias, no Funchal.

Antes, o presidente do Executivo realçou o papel social e empresarial da empresa liderada por Alberto Caires, um reconhecimento que será materializado com uma distinção no Dia da Região.

Ao DIÁRIO, Miguel Caires, administrador da sociedade com 62 lojas no território ibérico disse que prevê uma expansão com a abertura de mais lojas. Ao todo em 2019 a Alberto Oculista poderá chegar aos 70 espaços.

Fundada em 1984 com a abertura da 1.ª loja no Funchal, a Alberto Oculista tem vindo a afirmar-se no mercado nacional de óptica. Desde a sua fundação, a marca cresceu, contando neste momento com 62 lojas por todo o país. Em 2017, abriu a sua primeira loja internacional, em Espanha.

Outras Notícias