CDS espera Orçamento que “privilegie áreas sociais”

15 Nov 2019 / 17:15 H.

O CDS está perante “um novo paradigma”, no que diz respeito à sua relação com o Orçamento da Região. Essa nova realidade resulta do facto de o partido, pela primeira vez, integrar uma coligação governamental com o PSD e a propostas serem em conjunto.

Lopes da Fonseca, que lidera a bancada dos centristas na ALM, depois da reunião de preparação do Orçamento da Região para 2020, com Pedro Calado, disse esperar e acreditar que o documento irá no sentido das linhas estratégicas definidas no Programa de Governo e que se traduzem numa aposta que “privilegie as áreas sociais”.

António Lopes da Fonseca reconhece e lembra que nem tudo pode ser concretizado com o primeiro orçamento da legislatura, sendo este o primeiro de quatro passos. Essa aposta no social é, igualmente, de desenvolvimento das áreas económicas, na medida em que sejam geradoras de emprego. Isso passa por uma baixa na fiscalidade aplicada na Região.

Tópicos

Outras Notícias