Ronaldo terá de entregar amostras de ADN para polícia investigar alegada violação

10 Jan 2019 / 18:29 H.

O caso da alegada violação a Kathryn Mayorga parece ter mais desenvolvimentos, uma vez que o site TMZSports avança que Cristiano Ronal terá de entregar amostras de ADN à polícia de Las Vegas para que o caso continue a ser investigado. O mesmo site avança que o futebolista madeirense está disposto a colaborar com as autoridades.

Este será um pedido meramente protocolar, que terá sido feito na semana passada, com o jogador a responder de forma afirmativa, uma vez que pretende colaborar a 100% com as autoridades.

De recordar que o atleta está a ser acusado por Kathryn Mayorga de a ter forçado a praticar sexo anal num quarto de hotel em Las Vegas, em 2009. A mulher terá ainda tentado apresentar queixa, mas depois assinou um acordo de confidencialidade, no valor de cerca de 324 mil euros.

Outras Notícias