“O resultado é tremendamente injusto”, lamenta Costinha

31 Mar 2019 / 17:32 H.

Aos microfones da Sport TV, Costinha, técnico do Nacional da Madeira, afirmou que o resultado do dérbi madeirense foi “tremendamente injusto”, num encontro em que a vitória pendeu para o lado do Marítimo (3-2).

“Os dérbis por norma são sempre jogos intensos e são sempre jogos disputados. Penso que a minha equipa fez uma bela partida e merecia um resultado diferente, mas não o conseguimos. Certamente vamos trabalhar com o intuito de procurar, já no próximo jogo, chegar aos três pontos”, começou por afirmar Costinha, lamentando a falta de sorte no decorrer da partida.

“Não sei se falhou alguma coisa na estratégia. Falhou não termos concretizado tantas bolas que tivemos para concretizar. Não conseguimos. Costumo dizer aos jogadores que a sorte temos de a procurar e estamos incessantemente à procura da sorte, mas a bola bate no poste, numa mão, numa canela... e quando bate no poste vai para os pés do adversário, não vai para os pés dos meus jogadores. A equipa trabalhou bem, cometemos alguns erros nos golos do Marítimo, mas os erros fazem parte do jogo. Estou contente com a exibição deles, não estou contente com o resultado, porque acho que é tremendamente injusto para aquilo que a minha equipa fez”, atirou o técnico alvinegro.

Sobre o objectivo da permanência, Costinha não abriu o jogo, mas espera já uma resposta no próximo jogo. “Nós sabemos que o caminho é difícil. Está a ser uma época dura e com o apoio dos adeptos tenho a certeza que a minha equipa no próximo jogo, frente ao Desportivo das Aves, dará uma boa resposta”, referiu.