Lucas Áfrico expulso aos 7 minutos no Dragão e sai em lágrimas

Verde-rubros reduzidos a 10 contra o FC Porto

Porto /
16 Mar 2019 / 20:49 H.

João Capela expulsou o defesa central do Marítimo, Lucas Áfrico, com recurso ao vídeo-árbitro (VAR), logo aos 7 minutos da partida frente ao FC Porto. O central brasileiro recolheu aos balneários do Estádio do Dragão em lágrimas.

O lance em causa prende-se, curiosamente, com um ex-maritimista: Marega. O maliano sofreu falta de Lucas Áfrico, quando se preparava para ficar isolado na cara de Charles, pese embora ainda estivesse a cerca de 25/30 metros da baliza insular.

João Capela até começou por admoestar René Santos pela infracção, com cartão amarelo, mas depois foi alertado que a cartolina era para Lucas Áfrico. Já depois de receber ordens do VAR, o juiz do encontro foi ver o lance e decidiu expulsar o central verde-rubro.

Mas não é tudo. Logo ao terceiro minuto do encontro, João Capela foi também ‘corrigido’ pelo VAR depois de assinalar penálti por uma alegada mão de Nanu na grande área. A bola tocou no peito do luso-angolano e o jogo prosseguiu sem que fosse assinalado castigo máximo.