Jogo da Liga espanhola interrompido por insultos contra jogador

A segunda parte entre Rayo Vallecano e Albacete foi suspenso ao intervalo, o que acontece pela primeira vez na história da competição por esse motivo

15 Dez 2019 / 22:04 H.

O jogo entre Rayo Vallecano e Albacete, da segunda liga espanhola de futebol, foi suspenso ao intervalo, depois de ter estado interrompido na primeira parte, devido a insultos políticos contra o ucraniano Roman Zozulya, do Albacete.

Um grupo de adeptos do Rayo cantou em várias ocasiões durante a primeira metade do jogo palavras ofensivas visando o futebolista de 30 anos, acusando-o de ser “nazi”, o que levou o árbitro do encontro, José López Toca, a interromper o encontro durante alguns momentos, enquanto no sistema de som do estádio de Vallecas se pedia para que terminassem os insultos.

O encontro ainda prosseguiu até ao intervalo, quando o resultado estava 0-0, mas depois de as equipas terem recolhido aos balneários, chegou a informação que a partida não seria retomada, por decisão do árbitro.

Entretanto, a Liga espanhola já reagiu, apoiando a decisão do árbitro e garantindo que “continua a trabalhar contra a violência, o racismo e a xenofobia nos estádios de futebol” e manifestou a sua “mais sincera repulsa sobre o sucedido”, que levou, pela primeira vez no país à suspensão de um jogo.

Esta não é a primeira vez que há polémica na relação entre Zozulya e os adeptos do Rayo, já que, em 2017, depois de ter sido anunciada a sua contratação pelo clube a título de empréstimo do Bétis, os adeptos do clube de Madrid o acusaram de “filiação nazi” e o avançado ucraniano nem chegou a treinar ou a jogar com os novos companheiros, tendo sido devolvido ao emblema andaluz.