Porta 33 recebe apoio de 25 mil euros para promover a arte contemporânea

22 Abr 2019 / 18:03 H.

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, oficializou, esta segunda-feira, 22 de Abril, um protocolo de colaboração entre a Autarquia e a associação cultural Porta 33, representada na ocasião por Cecília Vieira de Freitas e Maurício Pestana Reis, com vista à concessão de um apoio financeiro que ascenderá a 25 mil euros, de acordo com um plano de actividades de interesse municipal, que será concretizado ao longo de 2019.

Paulo Cafôfo reforçou, no encontro, o “papel preponderante” que a cultura e a arte ocupam na formação de consciências críticas, assumindo um “carácter transformador relevante, bem como uma capacidade de potenciar o que a sociedade tem de melhor e o próprio processo de cidadania”.

Como tal, o actual Executivo camarário assumiu um compromisso para com o Funchal, no sentido de investir em condições favoráveis para o desenvolvimento e a dinamização de mais projectos culturais, “algo que temos vindo a cumprir de forma convicta e empenhada”, frisou Cafôfo.

“A criatividade e a arte como instrumentos de expressão individual ou colectiva têm sido protagonistas centrais de revoluções e transformações sociais incontornáveis. Acreditamos que esta é, de facto, uma ferramenta essencial para o desenvolvimento da comunidade e da cidade, geradora de riqueza para os artistas, mas também para os cidadãos, ou seja, transversal a diversos sectores, daí o significado do protocolo que hoje assinámos”, acrescentou o autarca.

O Presidente terminou enaltecendo “o percurso notório da Porta 33” como uma das faces da cultura e da arte na Região. “Hoje celebramos mais um projecto com imenso valor não só para os funchalenses, mas para qualquer cidadão que queira usufruir do Funchal em toda a sua plenitude, em mais um momento para reafirmar o compromisso do Município para com a cultura, mas também para com os artistas”, destacou.

A Porta33 – Associação Quebra Costas – Centro de Arte Contemporânea foi fundada em 1989. Esta associação cultural privada, sem fins lucrativos, está sediada no centro do Funchal e é um projecto de produção e divulgação de arte contemporânea.

Entre as várias actividades dinamizadas, organiza colóquios sobre o trabalho dos artistas residentes e promove visitas guiadas às exposições em colaboração com a comunidade escolar, mantendo um centro de documentação de cultura contemporânea.

Outras Notícias