‘Máquina Laranja’ na Francisco Franco

23 Abr 2019 / 09:50 H.

Rodrigo Barbosa Camacho, artista, compositor e promotor cultural, apresenta esta terça-feira, pelas 15h15m, na sala de sessões da Escola Secundária de Francisco Franco, o projecto “PROBLEMA”- uma instalação audiovisual participativa, intitulada “Máquina Laranja”

Segundo interpretação do autor, a grande máquina laranja colhe os problemas, “...durante cinco minutos, muito intensos, que duram a performance, todos poderão ver num gráfico em tempo real, representativo aquilo que ela faz com o problema. Na instalação existe um saco munido de um sistema electrónico que captura as pancadas com sensores de pressão, aceleração e impacto. Dependendo do desempenho do interveniente neste processo, o gráfico poderá roçar, achocalhar, ou mesmo porventura “engolir” o problema por inteiro.”

O artista propõe “que se casem o saber com o saber-fazer. Um ponto de encontro entre o conhecimento tácito e o conhecimento teórico, entre a perspectiva aristotélica, que organiza o mundo em estruturas axiomáticas, e a abordagem empírica, que deriva o saber do fazer, numa interacção directa com a instalação”.

Perante tais desafios, os alunos da Escola Secundária de Francisco Franco, no âmbito dos projectos GPS (Gerar Percursos de Sucesso) e LIS (Laboratório de Intervenção Social), partilham com o artista temáticas como ‘problemas que mais os preocupam neste mundo, preconceitos de que são alvo, sonhos a realizar e as grandes alterações nas interacções sociais’.

Rodrigo Barbosa Camacho, antigo aluno da Francisco Franco, reside actualmente em Londes onde é director do New Maker Ensemble.

Outras Notícias