Apoio da DGArtes para programar e desenvolver públicos contempla 17 entidades

O projecto madeirense ‘Dançando com a Diferença’ é um dos beneficiados

País /
05 Dez 2019 / 12:29 H.

Setenta e duas entidades culturais candidataram-se ao Programa de Apoio a Projectos de 2019, da Direcção-Geral das Artes (DGArtes), para programação e desenvolvimento de públicos, mas apenas 17 receberão financiamento.

De acordo com o documento da decisão final, a este programa de apoio concorreram 72 estruturas culturais, das quais 57 foram consideradas elegíveis. Dessas, foram escolhidas 17 candidaturas, que receberão, no total, 500 mil euros.

O concurso deste programa de apoio, que é relativo a 2019, abriu em Maio, sendo os resultados anunciados em Dezembro.

Das 17 candidaturas a serem apoiadas, seis são da região Norte (com um total de 160 mil euros), cinco são da Área Metropolitana de Lisboa (150 mil euros), três são da região Centro (100 mil euros), duas do Alentejo (50 mil euros) e uma -- o projecto ‘Dançando com a Diferença’ -- da Região Autónoma da Madeira (40 mil euros).

A Krisálida - Associação Cultural do Alto Minho é a única estrutura da área do Teatro que receberá apoio neste programa, com 20 mil euros, enquanto o Instituto Nacional de Artes do Circo é o único contemplado na área do Circo Contemporâneo e Artes de Rua, com 40 mil euros.

Na área da Fotografia também foi seleccionada apenas uma candidatura, com 30 mil euros a serem atribuídos à associação cultural Cedilhas e Legendas.

As restantes candidaturas escolhidas são das áreas da Música, Dança, Artes Plásticas, Cruzamento Disciplinar e Novos Media.