Desporto

Líder Real Madrid vence Atlético de Madrid e mantém Sevilha a oito pontos

Foto Rodrigo Jimenez/EPA
Foto Rodrigo Jimenez/EPA

O líder Real Madrid venceu hoje na receção ao Atlético Madrid por 2-0, no jogo 'grande' da 17.ª jornada da Liga espanhola de futebol, mantendo-se oito pontos acima do mais direto perseguidor, o Sevilha.

A equipa 'merengue' adiantou-se no marcador aos 16 minutos, na primeira vez que conseguiu desmontar a defesa do Atlético, por Karim Benzema, a desferir potente remate à meia-volta após uma grande jogada de Vinicius Júnior, que foi o jogador mais desequilibrador da partida, pela esquerda, com um cruzamento para as costas da defesa 'colchonera'.

Na segunda parte, o Real Madrid geriu a bola para atrair o Atlético para o seu meio-campo e desferiu o 'xeque-mate' nos campeões de Espanha aos 58 minutos, num lance de contra-ataque, mais uma vez conduzido por Vinicius Júnior, a assistir na área para Marco Asensio, com o seu pé esquerdo letal, meter a bola fora do alcance do guarda-redes Oblak. A seguir a este golo, Diego Simeone, que já tinha lançado o internacional português João Félix após o intervalo, a render Antoine Griezmann, operou uma dupla substituição, com as entradas do internacional uruguaio Luís Suárez, e do brasileiro Renan Lodi, para os lugares de Angel Correia e Matheus Cunha, mas sem efeito prático.

O Real Madrid passou a somar 42 pontos (17 jogos), mais oito do que o Sevilha, que segue no segundo lugar, com 34 (16). O Betis está na terceira posição, com 33 (17), e o Atlético Madrid, é quarto, com 29 (16). Com o golo marcado hoje, Benzema reforçou a sua posição de líder da tabela dos marcadores, com 13, cabendo o segundo lugar ao seu colega de equipa Vinicius Júnior, com 10, e o terceiro ao avançado do Bétis, Juanmi, com os mesmos golos.

De resto, Juanmi marcou hoje um dos golos do Betis na goleada à Real Sociedad por 4-0, que chegou ao intervalo a vencer por 1-0, graças a um golo de Alex Moreno, e na segunda parte atingiu a goleada, perante um adversário que pareceu acusar desgaste do jogo de quinta-feira, para a Liga Europa, no qual venceu os holandeses do PSV Eindhoven, por 3-0. Juanmi, aos 57 minutos, marcou o segundo, o internacional francês Nabil Fekir assinou o terceiro, aos 67, cabendo a Alex Moreno 'bisar' e dar contornos de goleada ao resultado, aos 79. O internacional português William Carvalho saiu do 'banco' do Bétis aos 66 minutos para render o médio mexicano Andrés Guardado,

Entretanto, a crise do FC Barcelona prossegue, com o empate a dois golos no reduto do Osasuna, que a atira para um surpreendente oitavo lugar, com 24 pontos, a 15 do rival e líder Real Madrid. A equipa catalã foi a primeira a marcar, aos 12 minutos, por Nico, mas, dois minutos volvidos, David Garcia restabeleceu o empate para a equipa de Pamplona, resultado que se registava ao intervalo. Na segunda parte, o FC Barcelona voltou a adiantar-se no marcador, logo aos 49 minutos, pelo avançado marroquino Abdessamad Ezzalzouli, mas o Osasuna conseguiu empatar perto do final, aos 86, pelo avançado argentino Chimy Ávila. Os catalães somaram, assim, o sexto empate na prova, na qual registam até ao momento seis vitórias e quatro derrotas, razão pela qual seguem num modesto oitavo lugar, já a 15 pontos do rival Real Madrid, atraso que pode aumentar hoje para 18 se os 'merengues' venceram na receção ao Atlético Madrid.

No outro jogo de hoje da 17.ª jornada, o Villarreal derrotou o Rayo Vallecano, uma das revelações da prova, por 2-0, resultado feito na primeira parte com golos do central argelino Aissa Mendi e do avançado Gerard Moreno, aos 32 e 36 minutos, e subiu ao 13.º lugar, com 19 pontos, enquanto a equipa de Madrid segue num surpreendente sexto posto, com 27.