Vinci Aeroportos com 148,9 milhões de passageiros em 2017, um terço dos quais em Portugal

20 Jan 2018 / 02:35 H.

O número de passageiros nos aeroportos geridos pela Vinci, em 2017, subiu 12,4% para um total de 148,9 milhões em todo o mundo, 51,8 milhões dos quais em Portugal, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, a Vinci Aeroportos aponta que grande parte destes passageiros passaram por Portugal (51,8 milhões), seguindo-se países como o Japão (43,5 milhões), Chile (21,4 milhões), França (18,2 milhões), Camboja (8,7 milhões) e República Dominicana (5,1 milhões).

O aeroporto de Salvador, no Brasil, registou 7,6 milhões de passageiros no ano passado. Porém, nessa data ainda não era gerido pela Vinci Aeroportos, que o passou a deter em janeiro deste ano. Ainda assim, considerando este valor, “o tráfego anual da rede eleva-se a 156,6 milhões de passageiros”, acrescenta a empresa.

A nível nacional e, “pela primeira vez na sua história, os 10 aeroportos portugueses ultrapassam em 2017 o marco simbólico dos 50 milhões de passageiros”, destaca a Vinci Aeroportos, assinalando a subida de 16,5% (ou de sete milhões) entre 2016 e 2017 para 51,8 milhões de passageiros.

Grande parte destes passageiros registaram-se no aeroporto de Lisboa (26,7 milhões), seguindo-se o do Porto (10 milhões), o de Faro (oito milhões) e o do Funchal, na Madeira (três milhões).

Também a nível nacional, os dados do quarto trimestre do ano passado demonstram uma subida de 12,5% relativamente ao período homólogo de 2016, para um total de 11,7 milhões de passageiros.

Já tendo outros países em conta, a nível mundial registaram-se 36,5 milhões nos aeroportos da Vinci (sem contar com o de Salvador) neste período, o que “representa um aumento de 11,9% com base numa rede comparável face ao quarto trimestre de 2016”, aponta a empresa.

“Este período confirma a recuperação do tráfego com o Brasil, enquanto o mercado dos Estados Unidos da América se manteve dinâmico graças à abertura no verão 2017 de novas rotas, cujos efeitos foram visíveis no último trimestre”, justifica.

A Vinci Aeroportos salienta ainda que “os excelentes desempenhos do quarto trimestre confirmaram as tendências observadas durante os nove primeiros meses do ano”.

“Estes resultados resultam da política de desenvolvimento do tráfego proativa da Vinci Airports junto das companhias aéreas”, adianta.

Em 2017, a Vinci passou a contar com 272 novas rotas no ano passado.

Tópicos