PSP reforça policiamento no âmbito da operação ‘Festas Seguras’

11 Dez 2017 / 17:22 H.

A PSP vai reforçar o policiamento a partir de terça-feira junto dos transportes públicos, zonas comerciais, históricas e locais de diversão nocturna no âmbito da operação “Festas Seguras 2017”, anunciou hoje aquela força de segurança.

Em conferência de imprensa para apresentar a operação “Festas Seguras 2017”, que começa às 14 horas de terça-feira e termina à meia-noite de 2 de Janeiro, o porta-voz da PSP, intendente Hugo Palma, adiantou que este reforço do policiamento tem o objectivo de “incrementar o sentimento de segurança, combater a criminalidade e a sinistralidade rodoviária”.

Segundo Hugo Palma, a PSP vai estar atenta, durante a época do Natal, aos furtos, um dos crimes mais comuns nesta época do ano, e à condução sob efeito do álcool, sendo uma “preocupação acrescida” o aumento do número de vítimas mortais este ano em consequência de acidentes rodoviários.

O policiamento vai ser especialmente mais visível nas zonas comerciais, transportes públicos, zonas históricas ou de maior concentração turística, afirmou, sublinhando que será igualmente reforçada a fiscalização nas zonas de diversão nocturna.

Hugo Palma sustentou que a PSP preparou um plano de reforço de policiamento em especial para fiscalizar a actividade de segurança privada, além de também dar “particular atenção aos terminais rodoviários e à segurança aeroportuária”.

Para este reforço do policiamento de visibilidade, a Polícia de Segurança Pública vai ter no terreno patrulheiros, elementos do trânsito, das Equipas de Intervenção Rápida, das Equipas de Prevenção e Reação Imediata, da investigação criminal (à civil) e de fiscalização, além dos elementos da Unidade Especial de Polícia, como o Corpo de Intervenção e Cinotécnica, e pessoal policial que está actualmente nos serviços administrativos.

O porta-voz da PSP disse também que a Polícia vai manter o policiamento “mais musculado “ em Lisboa e no Porto junto aos grandes terminais ferroviários e aeroportos, tendo em conta a ameaça terrorista.

“Manter-se-á esse esquema de patrulhamento com um visual mais musculado, atentos à realidade”, disse.

Também fruto da realidade actual, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP vai utilizar, em alguns eventos da operação “Festas Seguras 2017”, o sistema de retenção de veículos (barreiras físicas nas vias públicas), afirmou o comandante da primeira divisão de Lisboa, subintendente Paulo Flor.

Segundo Paulo Flor, este sistema já é utilizado pela PSP há dois anos em certos eventos.

Durante esta época do ano, o sistema de retenção de veículos vai ser utilizado nos principais acessos à Praça do Comércio e em outros eventos, dependendo dos locais, do tipo de público e das horas.

A operação “Festas Seguras 2017” vai ainda incidir na fiscalização rodoviária, estando a PSP atenta, durante o período do Natal, às principais vias de saída e entrada dos centros urbanos e aos períodos de maior afluxo.

Hugo Palma explicou que será dada especial atenção ao excesso de velocidade, utilização indevida de dispositivos electrónicos e cedência de passagem a peões.

Durante o Ano Novo, a Polícia vai intensificar as acções de fiscalização nas zonas e acessos a locais de diversão nocturna, sendo estas especialmente orientadas para a condução sobre a influência do álcool e excesso de velocidade.

Outras Notícias