China pede respeito pela decisão do povo face à reeleição de Maduro

China /
21 Mai 2018 / 12:52 H.

A China pediu hoje que se respeite a decisão do povo venezuelano, após a reeleição de Nicolás Maduro como Presidente do país, apesar de a oposição exigir a repetição dos votos por alegadas irregularidades.

“As partes envolvidas devem respeitar a decisão do povo venezuelano”, afirmou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês Lu Kang, numa conferência de imprensa, em Pequim.

O porta-voz lembrou que a China mantém uma política de não-intervenção nos assuntos internos de outros países e afirmou estar convencido de que o Governo e cidadãos da Venezuela serão capazes de resolver os seus problemas.

“A China abordará os assuntos relevantes de acordo com a prática diplomática”, acrescentou o porta-voz.

Maduro venceu as eleições deste domingo ao obter 5.823.728 votos, numas eleições em que participaram 8,6 milhões de 20 milhões de eleitores. Foi uma das eleições com mais baixa participação na história do país.

O ex-governador Henri Falcón - o segundo candidato mais votado - e o ex-pastor evangélico Javier Bertucci exigiram a repetição das eleições, assegurando que foram cometidas irregularidades.

Outras Notícias
  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()