Sindepor apela à sindicalização dos enfermeiros e à greve de 20 e 21 de Setembro

11 Set 2018 / 11:49 H.

O Sindepor - Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal, representado por Laurindo Pestana, Elda Martins, Zita Silva e Evaristo Faria, realizou ontem, 10 de Setembro, uma visita aos os centros de saúde do Paúl do Mar, Calheta e Arco da Calheta, no âmbito da ronda de visitas de apresentação sindical que tem sido feitas a vários centros de saúde.

A ideia foi apresentar as linhas orientadoras do Sindicato e factores de diferenciação relativamente ao panorama sindical nacional, num apelo à sindicalização consciente e responsável, “naqueles que sempre estiveram do lado de uma única proposta conjunta de carreira a apresentar junto do governo da República por parte dos vários sindicatos”, refere os representantes sindicais, acreditando que em concertação/negociação conseguirão retratar a vontade e os anseios da classe.

O Sindicato defende que os enfermeiros “são os agentes de mudança e neste momento crucial, em que está próximo o novo orçamento de estado, a classe tem de demonstrar a sua força na próxima greve de 20 e 21 de Setembro em torno da carreira que todos pretendemos” e apela à sindicalização da “grande maioria anónima de não sindicalizados”, para “soluções sólidas e duradoras”.

Outras Notícias