SESARAM assegura mais de 128 mil transportes de doentes em 2017

Este número representa um ligeiro acréscimo em relação a 2016

15 Fev 2018 / 09:43 H.

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM, E.P.E), informa que no ano de 2017 assegurou 128 605 transportes de doentes, dos 134 378 transportes solicitados, o que corresponde a uma taxa de concretização na ordem dos 96%.

Este número representa um ligeiro acréscimo em relação ao ano anterior.

Foram contabilizados mais 8109 transportes realizados, o que perfaz uma média diária de 352 transportes de utentes.

Dentro dos recursos disponíveis, tem sido possível assegurar, entre outras situações, os seguintes serviços de transporte considerados prioritários. A saber:

- Doentes para tratamentos oncológicos, nomeadamente, Hospital de Dia, e outras unidades de apoio ao Hospital Dr. Nélio Mendonça, na área da oncologia (deslocações que constituem um maior volume de transportes);

- Doentes para tratamento de hemodiálise;

- Doentes para tratamentos na área da Medicina física e Reabilitação;

- Doentes para exames, fisioterapia e consultas entre as unidades do SESARAM;

- Doentes dos serviços de urgências, dos Centros de Saúde onde existe serviço de urgências;

- Doentes com alta clínica e que necessitam de transporte;

- Doentes que necessitam de transporte para receber cuidados paliativos;

O SESARAM através dos meios disponíveis, e com a imprescindível colaboração de outras entidades, tem encetado todos os esforços no sentido de responder a todas as necessidades.

De referir, ainda, que a portaria.º 122/2016, publicada no JORAM, no dia 9 de Maio de 2017, que procede à 1.ª alteração da Portaria n.º 37/2013, de 11 de Junho, que aprovou o Regulamento de Transporte Não Urgente de Doentes do Serviço Regional de Saúde, veio alargar o universo de utentes com direito a essa prestação de serviços.