Rubina Leal apresentou as políticas de envelhecimento para o Funchal

A capital madeirense tem actualmente 18 mil pessoas com 65 anos

21 Ago 2017 / 18:48 H.

Rubina Leal foi hoje o Lar de São Francisco, onde abordou o programa do PSD para o Funchal no âmbito das políticas do envelhecimento.

A candidata do PSD à autarquia funchalense diz que a capital madeirense, à semelhança de muitas outras cidades, está a envelhecer. “Temos cerca de 108 idosos para cada 100 jovens e o município tem de se preocupar com as políticas do envelhecimento e de recuperar uma cidade amiga dos idosos, como já foi há uns anos”.

Propõe, por isso, apoiar toda a população com mais de 65 anos quer na compra de medicamentos, quer através do apoio à reabilitação urbana.

Leal pretende ainda criar um programa de apoio ao domicílio para as pessoas que tenham mais dificuldades.

Diz que é importante a cidade ter um olhar diferente perante o envelhecimento e saber cuidar dos idosos e de quem está mais vulnerável.

Ciente de que este problema não acontece apenas no Funchal, esclarece que, enquanto autarca, é seu desejo ter uma cidade para todas as famílias com políticas adequadas e direccionadas para as questões do envelhecimento. Preocupações que “devem pertencer ao município”, referindo que o Funchal tem actualmente “mais de 18 mil pessoas com 65 anos”.

A terminar, Leal enalteceu a “forma exemplar como este lar funciona e como gere e trabalha junto desta população envelhecida”.

Outras Notícias