PSD acusa CMF de não apostar na segurança de alunos e residentes na Achada

11 Set 2018 / 16:37 H.

O PSD-Funchal alertou esta terça-feira para a falta de existência de passadeiras e de lombas redutoras de velocidade junto às escolas e jardins de infância na zona da Achada, acusando a Câmara Municipal do Funchal de não apostar na segurança das crianças e residentes da zona.

“Amanhã inicia-se um novo ano lectivo e as coisas continuam por fazer” apesar de “os elementos da assembleia de freguesia de São Pedro e de os vereadores na Câmara Municipal do Funchal já terem alertado no início deste ano, em 2018, para a falta de condições de segurança”, lamentou Joana Silva, na conferência de imprensa da tarde de hoje junto à Escola D. Olga de Brito.

A vereadora social-democrata referiu que faltam passadeiras e meios redutores de velocidade, nomeadamente as lombas, considerando que “a Autarquia não apostou novamente na segurança das nossas crianças e da população que reside na zona da Achada, em São Pedro”.

“Esta postura por parte da Câmara Municipal do Funchal é recorrente. As propostas trazidas pelos autarcas do PSD, sejam nas freguesias ou na autarquia não são atendidas, o que acaba por lesar a população da cidade” concluiu.